• Flora Quinhones

Blattes encaminha Notícia de Fato ao MPF denunciando Roberta Leitão

Atualizado: 11 de nov.

Nesta sexta-feira, dia 11, o Vereador Ricardo Blattes encaminhou ao Ministério Público Federal uma Notícia de Fato contra a Vereadora Roberta Leitão. O documento denuncia o envio de correspondência eletrônica (e-mail) pela parlamentar, convocando alguns diretores de escolas municipais a participarem de um ato no dia 15 de novembro (Dia da Bandeira) em frente a 6º Brigada de Infantaria Blindada, mesmo local onde ocorrem as manifestações sabidamente antidemocráticas.

O fato No dia 8 de novembro de 2022, Roberta encaminhou correspondência eletrônica a algumas escolas municipais com convite de participação no evento intitulado "formatura do Dia da Bandeira", a ser comemorado na data de 19 de novembro de 2022, as 12h "No quartel General da 6º Brigada de Infantaria Blindada":



O documento relata "A rigor, não haveria nenhum problema com o convite, pois, em análise inicial, trata-se de um ato cívico ordinário. Contudo, neste mesmo local, pelo menos desde 02 de novembro, manifestantes protestam questionando o processo eleitoral e reivindicando intervenção das Forças Armadas. lsto é, pugnando por um golpe de Estado, atentando diretamente contra a ordem instituída, o Estado Democrático de Direito e suas instituições.


Dessa forma, parece ser a intenção da noticiada confundir a participação dos estudantes das escolas públicas municipais com o movimento antidemocrático estabelecido no mesmo local. Fato este que, caso confirmado, constitui grave ofensa à Constituição Federal e, inclusive, ao próprio juramento prestado pela vereadora em sua posse. Expor os estudantes, em sua maioria menores de idade, a espaços que visam questionar a própria democracia brasileira é fato gravíssimo e deve ser adequadamente investigado. ".


O pedido requer a apuração da notícia de fato; a notificação da vereadora para prestar esclarecimento acerca do fato; a expedição de ofício à Secretaria Municipal de Educação para esclarecer qual procedimento adotado para convocação e participação dos estudantes em eventos dessa natureza; e a expedição de ofício dando conhecimento do fato à Câmara Municipal de Vereadores de Santa Maria.

"Isso é grave. Não há nenhum tipo de relação desses atos antidemocráticos com a Câmara de Vereadores. Não vamos confundir! O Dia da Bandeira deve ser celebrado, mas deve ser celebrado a convite das Forças Constituídas. Jamais por golpistas que ficam fazendo micareta em frente do quartel" disse Blattes em redes sociais.

Veja documento completo aqui

Notícia de fato
.pdf
Download PDF • 1.22MB