• Flora Quinhones

Reunião da Cetrans com Conselho Municipal de Transporte

Atualizado: 14 de mai. de 2021



A Comissão Especial de Transporte Público (Cetrans), realizou uma reunião com Conselho Municipal de Transporte Público (CMT). O encontro que ocorreu na manhã desta quinta-feira, dia 13, buscou enfrentar a questão do transporte público na perspectiva do CMT e esclarecer dúvidas sobre como vem funcionando e quais as melhorias que podem ser implementadas na entidade. Blattes agradeceu a presença de todos os convidados e comunicou: "As questões colocadas, elas não podem deixar de ser enfrentadas, independente da posição quanto a questão. O que não pode, é um relatório aqui na Câmara de Vereadores, que busque conversar com a pluralidade das pessoas, deixar de tratar temas. Nesse sentido essa comissão tem o aspecto bastante amplo".


Estavam presentes os conselheiros, Rodrigo dos Santos (presidente da CMT), Cristiane Clané (Secretaria CMT), Orion Ponsi (Secretário Municipal de Mobilidade Urbana), Luiz Eduardo Barbosa, (representante do DCE-UFSM), Rogério Santos (Sindicato dos Trabalhadores e Condutores de Veículos Rodoviários de Santa Maria), Girnei Dacas (representante OAB-RS), Luiz Flores (representante Cacism) Felippe Roberto Pestana (Sindicato dos Trabalhadores Urbanos), além dos componentes da comissão, vereadores Ricardo Blattes, Ademar Pozzobom e Pablo Pacheco.


Blattes, que também é presidente da comissão, questionou qual a real frequência das reuniões do CMT e como ele vem atuando após a pandemia. Rodrigo dos Santos esclareceu que o conselho tem se reunido baseado na pauta do executivo e as reuniões ordinárias não estão ocorrendo com regularidade após a crise sanitária. No último ano, foram apenas 4 encontros esporádicos, para tratar do uso de aplicativos e recessão das vãs escolares. O motivo, segundo o presidente, é que a entidade não pode fazer encontros sem o quórum definitivo, ou seja, se ela não tiver metade, mais um dos conselheiros, o CMT não consegue exercer a atividade. O segundo motivo seria a dificuldade de adequação ao modelo online. Ricardo também perguntou se existe alguma ferramenta que organize a pauta do CMT e que dê transparência de informações para a comunidade, no entanto, Santos respondeu que ainda não existe esse avanço.


Sobre a Licitações de transporte coletivo, o Secretário Ponsi fez uma manifestação dizendo que "é importante a participação do conselho na construção do processo para que ele traga algumas luzes para efetivar alguns processos e tomar algumas decisões. Mas isso não avançou".


Também houve manifestações de Alexandre Pahin, Luiz Eduardo Barbosa, Rogério Santos que fizeram questionamentos sobre a desorganização do sistema de transporte na cidade.


__

A próxima reunião da Cetrans ocorre dia 20 de maio com a participação dos representantes das empresas de transporte público.