top of page
  • Flora Quinhones

Helen faz homenagem à nova diretoria do CAL

Nesta terça-feira, dia 20 a Câmara de Vereadores de Santa Maria realizou uma Homenagem em forma de Expediente Nobre ao Centro de Artes e Letras (CAL) da Universidade Federal de Santa Maria. A proposição realizada pela Vereadora Helen Cabral teve o objetivo de exaltar a nova diretoria do setor, exercida pelo professor Gil Roberto Costa Negreiros e professora Andréia Machado Oliveira.


O Centro de Artes e Letras foi concebido na estrutura antiga da UFSM com a criação da Faculdade de Belas Artes, ocorrida em janeiro de 1963. O primeiro curso foi o de Música, em torno do qual logo surgiram o Coral, a Escolinha de Artes (ambos em 1964) e a Orquestra de Câmara da Faculdade (1965). Na mesma época foi implantado o Curso de Desenho e Plástica (março 1964). Pouco depois, em 1965, surgiu o Curso de Letras que, nesse primeiro momento, funcionou no âmbito da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. No final da década, em 1969, abriu-se o ramo do Desenho Industrial, inicialmente como habilitação em Artes Gráficas do Curso de Desenho e Plástica. Somente mais tarde tornou-se curso independente, primeiro na forma de Comunicação Visual (1980) e, por fim, como Desenho Industrial (1987). Artes Cênicas teve trajetória semelhante. No início (1974), disciplinas de Cênicas apareceram na grade de Educação Artística, licenciatura curta. Como decorrência do processo, em 1978, começou a funcionar o Curso de Artes Cênicas, licenciatura plena. Com a reestruturação administrativa ocorrida em 1978 na UFSM, Letras foi incorporado ao rol dos cursos existentes na Faculdade de Belas Artes que, então, passou a se chamar Centro de Artes e Letras.


Atualmente, a pioneira área de Música oferece bacharelado com opções em canto, instrumento e composição, além de licenciatura – a esse leque soma-se o curso de Música e Tecnologia.


Quanto à modalidade que começou como Desenho e Plástica, houve ampliação da oferta para bacharelado e licenciatura sob a designação geral de Artes Visuais. Sua abrangência estende-se ao Curso de Desenho Industrial – que até então ofertava habilitação em Programação Visual e Projeto de Produtos, hoje as duas opções já se mesclaram. A área de artes abriga, ainda, um programa de pós-graduação stricto sensu com nível de mestrado (PPGART) e outro latu sensu (Especialização em Designer para Estamparia).


A área de Letras está composta por três licenciaturas plenas: Português, Inglês e Espanhol e, desde 2009, acrescentou à sua estrutura o Curso de Português/Literaturas na modalidade bacharelado. Além disso, oferece um Programa de Pós-Graduação consolidado com os níveis de mestrado e doutorado.


Nas Artes Cênicas também há diversidade de ofertas. Afirmada como bacharelado, nas opções Interpretação e Direção Teatral, a área ampliou seu circuito de formação desde 2009, quando foi implantada a Licenciatura em Teatro.


E, em 2012, iniciou a oferta do curso de Dança – Bacharelado, atendendo demanda há muito solicitada.


O CAL, atualmente, oferece dois cursos na modalidade não presencial (Letras/Espanhol e Letras/Português) pela Universidade Aberta do Brasil. Essas ofertas integram mais de dez polos sediados em diversas regiões do Estado. Possui ainda uma pós-graduação a distância em Tecnologias da Informação Aplicadas a Educação. A comunidade do Centro de Artes e Letras, nesses termos, confirma sua marca histórica de expansão e inserção na comunidade acadêmica e no contexto geral da sociedade.


Hoje são, aproximadamente, cem professores, mil alunos e quarenta auxiliares técnicos. Oferecem cursos de graduação e pós-graduação que estão organizados em torno de cinco áreas de conhecimento: Música, Artes Visuais, Desenho Industrial, Letras e Artes da Cena. Sua estrutura administrativa e acadêmica ocupa, no campus principal da UFSM, os prédios 40 (na totalidade e mais respectivo anexo), 40B (a Escola de Música) e 16 (cuja parte destinada ao CAL se consubstancia na área das Letras). Contamos com um teatro (Caixa Preta, instalado em frente ao prédio 40) e uma Sala de Exposição (Claudio Carriconde, localizada no Hall do Prédio 40). Fundamentada no histórico de contribuição do Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria, solicito o espaço para esse expediente nobre.


Currículo dos novos diretores: Gil Roberto Costa Negreiros



Possui graduação em Letras pela Universidade Vale do Rio Verde de Três Corações - UNINCOR (1998), especialização em Língua Portuguesa pela Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG (1999), mestrado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP (2003), doutorado também em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC/SP (2008) e pós-doutorado pela Universidade de São Paulo - USP (Programa de Letras Clássicas e Vernáculas - área de História das Ideias Linguísticas). Tem experiência na área de Letras, atuando em cursos de graduação e pós-graduação. Atuou como professor e pesquisador do Mestrado em Letras da Universidade Vale do Rio Verde de Três Corações - UNINCOR. Também tem experiência na área de gestão acadêmica, tendo sido coordenador do curso de Letras e Pró-Reitor Acadêmico na FEPI - Itajubá. Foi coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras da UFSM, de agosto de 2021 a outubro de 2022. Foi editor-chefe da Revista Letras UFSM, durante o período 2017-2021. Hoje, é professor associado I do Departamento de Letras Vernáculas da Universidade Federal de Santa Maria, onde atua na graduação em Letras (licenciatura e bacharelado) e na Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras (linha de pesquisa "Estudos do Texto e Práticas Linguísticas"). É o atual Diretor do Centro de Artes e Letras da UFSM (mandato 2022 - 2026). Tem experiência na área de Letras (língua portuguesa) e Linguística, com ênfase nas seguintes áreas: Análise da Conversação, Sociolínguística Interacional, Linguística Textual e Pragmática. Dentre vários de seus trabalhos, destaca-se o livro Marcas de Oralidade na Poesia de Manuel Bandeira, publicado pela Editora Paulistana e a participação no livro Ensino de Língua Portuguesa, organizado por Vanda Maria Elias e publicado pela Editora Contexto


Andréia Machado Oliveira


Artista pesquisadora e docente nas áreas de arte, ciência e tecnologia sobre sistemas interativos, inteligência artificial, imagem técnica e processos de colaboração. Pesquisadora PQ2/CNPq. Realizou pós-doutorado na School of Creative Media na City University of Hong Kong, orientação Prof. Dr. Yuk Hui (2021-2022). Doutora pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS - Brasil, na linha de pesquisa Interfaces Digitais em Educação, Arte, Linguagem e Cognição, orientação Profa. Dra. Tania Galli, Bolsista CNPq, com estágio doutoral na Université de Montreal/UdM - Canadá, orientação Prof. Dr. Brain Massumi (2010), Mestra em Psicologia Social e Institucional pela UFRGS (2006) e Graduada em Bacharelado (1994) e Licenciatura em Artes Visuais (1999) pela UFRGS. Atualmente é professora associada do Departamento de Artes Visuais e do Programa de Pós-graduação em Artes Visuais da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Idealizadora e coordenadora do LabInter/UFSM (Laboratório Interdisciplinar Interativo - https://www.ufsm.br/laboratorios/labinter/) (2011 - atual) e líder do gpc.InterArtec/CNPq (2012 - atual). Profa. Colaboradora na Durban University of Technology/África do Sul e na Universidade Pedagógica de Moçambique. Vice-diretora do Centro de Artes e Letras/UFSM (2022 - atual); coordenadora do Programa de Pós-graduação em Artes Visuais /UFSM (2015-2019); coordenadora do Programa Residência Pedagógica (2018-2020); coordenadora do PROLICEN/UFSM (2014-2017); coordenadora do PARFOR/UFSM (2014-2016) e coordenadora do Curso de Especializaçāo TIC aplicadas à Educaçāo do CAL/UFSM (2011 a 2014). Seus projetos de pesquisa e extensão contam com o apoio das agências de fomento CNPq, CAPES, FAPERGS, bem como MEC, MinC e RNP. Sua produçāo tem sido publicada em livros, anais e revistas acadêmicas indexadas, e apresentada em eventos nacionais e internacionais. Em 2020 ganhou o Prêmio Menção Honrosa no Edital CoMciência - Ocupação em Arte, Ciência e Tecnologia. Membro do Colegiado de Arte Digital/MinC e Conselheira suplente do CNPC/MinC (2012 a 2014). Editora da Revista Contemporânea do PPGART/UFSM (2015-2020) e comitê editorial (2020-atual). Membro da ANPAP (2010-atual) e do conselho editorial da Editora do PPGART/UFSM (2015-atual). Contemplada pelo Edital FAPERGS/PqG 2019 (Programa Pesquisador Gaúcho)

Comments


bottom of page